Buscar

Essas marcas acham que o fruto vale mais que uma vida. Venha ver se você incentiva.

Primeiramente :

Sabe como funciona o processo de colheita das grandes marcas de açaí ?


Um ribeirinho independente sai da sua casa, dentro de uma floresta, e vai para sua rotina de trabalho.

Ele colhe açaí, e deixa na margem de um rio, para chegar até uma transportadora, que leva ele até um distribuidor, que vende para as grandes marcas. Mais um ponto importante, esse distribuidor paga antes da colheita, comprando a ALMA dos ribeirinhos, obrigando-os a dar o açaí que foi pago em período de baixa temporada.


Isso torna o processo de colheita de polpa sem rastreabilidade, sem saber a saber onde e nem como o ribeirinho colhe o fruto.

Isso bota em risco a vida de milhares de crianças, pois como a árvore do açaí pode chegar a 20m, adultos não podem subir pois quebram as árvores.

E quem que sobra para subir, no fim, sem segurança, sem acompanhamento, e sem idade pra trabalhar ? As crianças.


Por isso, incentivamos sempre as pessoas a se perguntar de onde vem o alimento que está comendo, pra não incentivar práticas assim.

Já pensou, você toma um cafézinho todos os dias, com um pouquinho de abuso infantil estampado na sua marca preferida.


Quem conhece a colheita especial e a MAÇAIX sabe como estamos, além de fazer a nossa parte, estamos tentando mudar um mercado inteiro.


Pra quem aí não conhece, vamos deixar aqui embaixo como a colheita especial é o melhor processo do mundo tanto em qualidade do fruto quanto em segurança.

Clique aqui.

Reportagem da the washington post sobre isso :

Clique aqui


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo